Volume de Fusões e Aquisições regista diminuição de 20% no primeiro trimestre de 2022


O mercado transacional português registou no primeiro trimestre de 2022, 98 operações com valor total de EUR 977m, no qual 43% do total das transações possuem os valores revelados.


Estes números representam uma diminuição de 20% no número de transações em comparação ao mesmo período de 2021, bem como uma queda de 74% do capital mobilizado.


Em termos setoriais, o setor de Real Estate foi o mais ativo no primeiro trimestre, com 25 transações, seguido pelo setor de Business & Professional Support Services, com 10 operações.

Âmbito Cross-Border

No âmbito Cross-Border, quanto à número de transações, a Espanha foi o país que mais investiu em Portugal no período, contabilizando 10 transações. Em segundo lugar está os Estados Undios com oito operações.


As empresas portuguesas escolheram a Itália e a França como principal destino de investimento, com três e duas transações, respectivamente.

As empresas norte-americanas diminuiram em 11% suas aquisições no mercado português, no primeiro trimestre de 2022. As aquisições estrangeiras no setor de Tecnologia e Internet diminuíram 25% em comparação ao mesmo período de 2021.

Em relação aos fundos estrangeiros de Private Equity e Venture Capital que investem em empresas portuguesas, houve uma diminuição de 60% no período.

Private Equity, Venture Capital e Asset Acquisitions

No primeiro trimestre foram contabilizadas quatro transaçõesde Private Equity com um total de EUR 26m. Houve uma diminuição de 42% no número de operações em comparação ao mesmo período de 2021.


Em Venture Capital, foram realizadas 15 rodadas de investimentos com um total de EUR 70m, representando uma diminuição de 42% no número de transações.

No segmento de Asset Acquisitions, foram registadas 29 transações com um valor de EUR 400m, representando uma queda de 17% no número de operações.


Fonte: TTR em colaboração com Datasite

5 views0 comments