Portugal em alta de 31,2% nas operações de fusões e aquisições em 2019



De acordo com o Relatório Mensal de M&A da Transactional Track Record, os anúncios de fusões e aquisições que envolveram empresas portuguesas movimentaram 985,8 milhões de euros em abril, em um total de 15 operações. No ano, o mercado português soma 2,9 mil milhões de euros transacionados, um crescimento de 31,2% comparado ao mesmo período de 2018. Nesse mesmo intervalo foram contabilizados 99 negócios anunciados no país, queda de 12.4% na comparação anual.



O sector Imobiliário mantém a posição de o mais ativo no mercado português, porém em tendência de queda. As 21 operações anotadas desde o início do ano no segmento ficaram 13% abaixo do percentual registado nos mesmos meses do ano anterior. O destaque positivo é o crescimento de 29% do setor de Tecnologia, com 18 operações desde janeiro.

Já o segmento Agricultura, Agribusiness, Pecuária e Pesca chega a abril com sete deals, dentre eles a compra pelo fundo de investimento espanhol Strator, em sua primeira  aquisição fora de Espanha, do Grupo Nutre – Indústrias Alimentares, que se dedica ao agronegócio, à extração de óleos e farelos, ao biocombustível e ao segmento de produtos alimentares.


Cross-Border

Em número de operações cross-border, o mercado português soma, desde o início de 2019, 46 operações inbound, em que empresas portuguesas foram adquiridas por companhias estrangeiras, com um volume financeiro registado de 1,77 mil milhões de euros.  Destas, 19 foram investimentos de empresas com sede em Espanha, em um total de 226,4 milhões de euros aportados pelos vizinhos ibéricos em território português.

Oito destas operações tiveram como alvo o mercado imobiliário, que continua como o alvo principal das empresas estrangeiras, incluindo também cinco aquisições realizadas por empresas britânicas. Em volume financeiro, tanto Reino Unido, com 360 milhões de euros em investimentos, como França, que ultrapassou a marca dos mil milhões em aportes, superaram os investimentos dos vizinhos espanhóis no país. No âmbito outbound, 13 empresas portuguesas realizaram aquisições no mercado externo.


Venture Capital e Private Equity


No cenário de venture capital, 2019 segue em alta em Portugal. O número de rondas de investimentos registadas pelo TTR desde janeiro cresceu 71,4%, para 24 operações. Destas, 20 transações tiveram seus valores revelados, totalizando 95 milhões de euros em aportes, alta de aproximandamente 189% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Os fundos de venture capital tiveram como alvos preferidos no ano os segmentos de Tecnologia, 15 operações, e Internet, cinco.

Destaque para a ronda de financiamento de série A no valor de oito milhões de euros fechada pela startup portuguesa da área da saúde Sword Health, liderada pela Khosla Ventures. Com o investimento, a Sword Health pretende reforçar a expansão nos Estados Unidos da América e desenvolver as capacidades de engenharia do seu produto.

Os investimentos de Private Equity, entretanto, tiveram redução de 83% no número de operações e de 25% no total investido, 118 milhões de euros, de janeiro a abril.

Noticia de autoria de: TTR

0 views

follow us

  • Blog - Fingeste
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

© 2019 Todos os direitos reservados. Criado por 2M - Marketing e Publicidade

Logo Fingeste_White _Direita.png