Mercado de M&A da América Latina regista queda de 33% até maio de 2020


O mercado transacional latino-americano registou em maio um total de 102 fusões e aquisições, entre anunciadas e encerradas, por um valor agregado de US $ 534,28 milhões, de acordo com o último  relatório Transactional Track Record

Por seu lado, nos primeiros cinco meses do ano, 680 fusões e aquisições, entre anunciadas e encerradas, foram contabilizadas em um valor agregado de 17.628 milhões de euros. 



Esses números implicam uma redução de 32,81% no número de operações e uma diminuição de 61,25% no valor dessas operações, em relação a maio de 2019.


Classificação de Operações por País

Segundo dados registados no mês de maio, por número de operações, o Brasil lidera o ranking dos países mais ativos da região, com 411 operações (com queda interanual de 28%) e com queda de 69% no número de operações. capital mobilizado (US $ 9.462 milhões). É seguido pelo México , com 99 operações (com uma queda de 25%) e uma redução de 61% em seu valor em comparação com o mesmo período de 2019 (US $ 2.779 milhões). 

Por sua vez, o  Chile  mantém sua posição no ranking, com 67 operações (uma queda de 37%) e uma queda de 67% no capital mobilizado (US $ 1.361m). A Colômbia , por sua vez, ocupa uma posição no ranking, desloca a Argentina e regista 46 operações (uma queda de 56%) e uma queda de 19% no capital mobilizado (US $ 2.138 milhões). 

Enquanto isso, a  Argentina  registou 45 operações (uma queda de 29%), com uma redução de 71% em seu valor em comparação com o mesmo período do ano passado (US $ 578 milhões). Por fim, o  Peru  possui 26 operações (queda de 64%) e uma redução de 76% em seu capital mobilizado (US $ 571 milhões).


Noticia na integra aqui


Fonte: Transactional Track Record

0 views

follow us

  • Blog - Fingeste
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

© 2019 Todos os direitos reservados. Criado por 2M - Marketing e Publicidade

Logo Fingeste_White _Direita.png